Metodologia Scrum: o que é e como funciona?

Projetos são trabalhos vivos, podendo passar por mudanças e ser geridos de várias formas diferentes. Uma das maneiras de aplicar uma boa gestão de projetos é através daquela que conhecemos como Metodologia Scrum. Quem trabalha com desenvolvimento de softwares ou outras áreas já está familiarizado com o termo, mas nem todos o conhecem.

Foi pensando nisso que nós preparamos este texto. Na sequência, você poderá ver melhor o que é a Metodologia Scrum, entender como ela funciona, conhecer suas origens e ainda acompanhar uma lista explicando todos os termos que compõem o universo da Metodologia Scrum.

Continue a leitura e confira!

O que é a Metodologia Scrum e como ela funciona?

Metodologia Scrum é um método de gestão de projetos. A principal característica dela é que a sua proposta é dividir um projeto grande em diversos pequenos ciclos de atividades. Toda vez que um ciclo é encerrado, a equipe responsável pelo projeto faz uma reunião com troca de informações a respeito do progresso das tarefas do projeto.

Com isso, torna-se possível acompanhar o projeto de muito perto e estar sempre por dentro do que está acontecendo. Quando algum processo não estiver dando certo, pode-se pensar em uma maneira mais eficiente de levar o projeto adiante, deixando-o mais rápido, eficaz e nem um pouco “engessado”.

E a Metodologia Scrum é conhecida justamente por isso: por ser uma boa forma de agilizar um projeto e fazer com que todos saibam o que está acontecendo.

De onde ela surgiu?

A metodologia foi desenvolvida pelo hoje famoso ex-piloto da aeronáutica norte-americana Jeff Sutherland. Por mais incrível que isso possa parecer, foi da experiência como piloto que ele tirou a inspiração para desenvolver o Scrum. De acordo com ele, a gestão de projetos é um processo que pode ser comparado ao pouso de um avião.

O que ele quis dizer com isso é que não existe uma fórmula fixa para realizar um pouso. De um jeito semelhante, projetos também não podem ser geridos através de uma fórmula. Todo projeto tem suas particularidades, e é preciso se adaptar a elas para garantir a eficácia das tarefas e a entrega de um bom resultado.

É justamente por isso que rápidas reuniões diárias, assim como as reuniões um pouco mais extensas após o término de cada ciclo, são tão indispensáveis na Metodologia Scrum. São elas que garantem a alteração de curso caso isso seja necessário para o bem do projeto.

Entendendo os termos

Quando falamos em Metodologia Scrum, alguns termos diferentes são utilizados. Quem não está familiarizado com eles pode sofrer bastante para entender o que está sendo falado. Foi com isso em mente que nós decidimos encerrar este texto com uma lista de termos usados frequentemente por quem utiliza a metodologia.

Acompanhe:

  • Sprints: São os ciclos que citamos, em que tarefas são distribuídas para realização;
  • Product backlog: São os objetivos do projeto, isto é, tudo que deve ser feito para a conclusão do projeto;
  • Sprint backlog: São as tarefas que fazem parte de cada sprint, ou seja, os objetivos de cada sprint;
  • Sprint planning meeting: São as reuniões maiores realizadas antes do início de cada sprint para definir quais serão os sprint backlogs;
  • Daily Scrum: São as reuniões rápidas realizadas ao início de cada dia de trabalho. Devem ter no máximo 15 minutos e serem realizadas preferencialmente em pé, para aumentar o senso de velocidade da gestão do projeto.

E você, já sabia de alguma dessas informações a respeito da Metodologia Scrum? Por mais eficiente que seja, ela não pode ser realizada sem o auxílio de um software para gestão de projetos. E se você precisa de um sistema, não hesite em contar com o Qualyvist. Com uma lista de vantagens únicas, nosso software pode ser a ferramenta perfeita para o seu projeto.

Entre em contato conosco e saiba mais hoje mesmo!

Caso tenha gostado do texto e queira receber mais, não deixe de nos seguir no Facebook e no Instagram!