Gestão de ativos: saiba o que é e sua importância

O mercado de trabalho está constantemente se renovando, se reinventando. E, por isso, buscar soluções para otimizar todos os procedimentos se torna uma obrigação de toda empresa. A gestão de ativos pode ser considerada uma forma útil e eficaz de redução de custos, o que traz mais benefícios do que você imagina.

Neste texto você vai conhecer em detalhes o que é a gestão de ativos, sua importância dentro das empresas e como executá-la com eficiência. Boa leitura!

O que é um ativo?

Para facilitar o seu entendimento sobre a gestão, vamos explicar inicialmente o conceito de ativo. Um ativo é qualquer objeto tangível ou intangível de propriedade de uma empresa. Basicamente é tudo que custou dinheiro para ser adquirido, mesmo que não seja realmente algo material.

Um exemplo de ativo intangível são os softwares utilizados dentro de uma empresa ou até mesmo licenças e direitos autorais. Já os ativos tangíveis são mais fáceis de serem compreendidos e vão desde o prédio até materiais de escritório.

O que é a gestão de ativos?

Agora que você já sabe o que é um ativo, ficou muito mais simples de entender o que é a sua gestão, né? A gestão de ativos é, portanto, a gestão de todo objeto pertencente a uma organização, uma empresa. 

Esta gestão está diretamente ligada com a gestão de custos de uma empresa, de forma ampla. Dessa forma, é o gerenciamento da aquisição até o descarte de qualquer item, tangível ou não. 

Além disso, gerencia o uso destes ativos pela equipe, garantindo a sua maior vida útil, e consequentemente, tornando o investimento mais duradouro. 

Importância da gestão de ativos

A importância de aplicar a gestão de ativos é justamente devido aos muitos benefícios que ela traz para sua empresa. 

O primeiro e principal benefício é a redução de custos. Com um gerenciamento de ativos eficiente, é possível ter mais controle da movimentação do dinheiro, principalmente quanto ao seu direcionamento a cada ativo. 

Com isso surge outro benefício: a otimização do orçamento. Novamente, ter o controle dos custos permite a sua otimização. A análise de oportunidades e riscos também são otimizadas com a gestão de ativos.

As manutenções são outros processos também otimizados pela gestão de ativos. Isso porque, com um gerenciamento, a qualidade dos equipamentos utilizados em manutenções preventivas é garantida.

Em resumo, com a gestão de ativos todo o desempenho financeiro da empresa é melhorado. 

Como a tecnologia auxilia na sua aplicação

Apesar dos seus benefícios, nada adianta se a gestão de ativos não for aplicada corretamente. Dessa forma, com a ajuda de um próprio ativo, é possível melhorar o gerenciamento de todos os custos da sua empresa.

Realizar este tipo de gestão manualmente se torna uma tarefa praticamente impossível. Assim como outros tipos de gestão, com a ajuda de um software de gestão, essa tarefa além de ser possível, é otimizada.

Com um software de gestão é possível gerir os ativos, avaliar as manutenções (essencial para uma boa gestão) e receber relatórios sobre o desempenho da equipe. Além disso, com um software é possível recolher dados e criar cronogramas para a avaliação dos principais ativos.

E aí, gostou de entender um pouco mais sobre esse tipo de gestão? Ela faz toda a diferença dentro das empresas! Para aplicá-la com eficiência, a Qualyvist pode te ajudar! Confira em nosso site todas as funcionalidades do software. 

E se você quer receber mais conteúdos como este, siga-nos no Facebook e Instagram!