Como mensurar os custos de um projeto?

Todo projeto, por maior ou menor que seja, tem custos. E, para garantir que não haja nenhum tipo de imprevisto — como a falta de dinheiro ou atrasos nas entregas —, é fundamental mensurar os custos antes mesmo que o projeto comece a ser executado. Mas você sabe qual é a melhor forma de mensurar os custos de um projeto?

Neste texto, nós te mostramos. Ao continuar a leitura, você poderá conferir todos os pontos que devem ser levados em conta em uma estimativa de custos e, por fim, aprender como mensurar os custos de um projeto.

Acompanhe na sequência!

O que deve ser levado em conta para estimar os custos?

Basicamente, tudo. Para começar, você deve listar todas as atividades que deverão ser cumpridas para a finalização do projeto. Depois, é preciso estimar o custo para a execução de cada uma delas — incluindo os recursos que serão necessários. Por fim, não se esqueça de estimar o que será pago pela mão de obra.

Para ter uma boa noção de quanto será o custo desse projeto, basta somar os valores que foram reunidos acima, obtendo um total aproximado. No entanto, deve-se ressaltar dois detalhes muito importantes para que essa estimativa dê certo.

O primeiro deles é o detalhamento dos dados reunidos. Nenhuma tarefa e nenhum recurso deve ficar para trás. Se algo for esquecido, pode ser que o valor real acabe sendo muito maior que a estimativa, trazendo problemas técnicos e financeiros para o responsável pelo andamento do projeto. A elaboração de uma boa EAP pode resolver este problema.

O segundo é a organização dos dados. Além de reuni-los, é de extrema importância que eles sejam organizados em um único local, de forma que — além de não se perderem — a leitura e a interpretação seja fácil para qualquer pessoa que precisar coletar alguma informação referente aos custos e outros detalhes do projeto.

Mas, afinal, como mensurar os custos de um projeto?

E, no final das contas, como fazer tudo isso? É lógico que tudo que citamos, desde a coleta de todos os dados necessários até a organização dos mesmos, pode ser feito manualmente em tabelas ou de forma digital por meio de planilhas. Contudo, até que ponto é seguro confiar apenas nesses recursos?

Quando contamos com a coleta manual, algo pode ficar para trás e corre-se o risco de que as informações sejam perdidas por falta de segurança. Já as planilhas podem acabar se tornando confusas depois de um tempo.

Sem dúvidas, a melhor forma de mensurar os custos de um projeto é a partir do uso de um software de gestão de projetos. Em um software como este, é possível reunir todas as informações em uma interface amigável e de fácil utilização. Além disso, os dados referentes ao projeto ficam muito mais seguros.

Quanto ao cálculo da estimativa total, você não precisa nem se dar ao trabalho de somar. Basta inserir os valores individuais de cada tarefa e o sistema toma conta do resto.

E você, está esperando o que para adotar um software de gestão de projetos? Além de ajudar a mensurar os custos, ele ainda deixa diversos outros processos muito mais fáceis e eficazes. Entre em contato conosco hoje mesmo para conhecer todas as funcionalidades do Qualyvist e profissionalizar ainda mais os seus projetos!